Delegado Recalcatti pede prorrogação dos PSS do sistema penal


O deputado Delegado Recalcatti (PSD) apresentou Requerimento, aprovado em sessão remota da Assembleia Legislativa, pedindo ao governo estadual para que seja prorrogado o prazo de vigência dos contratos, via Processo Seletivo Simplificado (PSS), de 1.200 agentes de cadeia que atuam no sistema penal e prisional do Paraná desde julho de 2018. Os contratos se encerram no próximo dia 21 de julho.

Delegado Recalcatti defende que a prorrogação poderá evitar um gasto imediato de cerca de R$ 12 milhões com pagamentos de salários, indenizações e direitos trabalhistas. “Vivemos um momento excepcional de crise em que devemos evitar as demissões a todo custo”, afirmou ele. “É preciso dar segurança aos trabalhadores até porque a realização de novo processo seletivo representaria mais despesas”, completou.

O tema foi discutido, na semana passada, com o secretário chefe da Casa Civil, Guto Silva, e com o líder do governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri. “O governo demonstrou simpatia à proposta e se comprometeu a avaliar legal e tecnicamente a prorrogação desses contratos”, informou Delegado Recalcatti.

“Se ocorrer uma nova seleção neste momento em que vigora o Decreto de Calamidade Pública em virtude da pandemia da COVID-19, inevitavelmente ocorrerá aglomeração de pessoas que pretendem concorrer ao cargo, já que algumas certidões somente são retiradas de forma presencial”, destacou ele, em seu Requerimento.

(FOTO: Deputado Delegado Recalcatti durante sessão plenária remota da Assembleia Legislativa)

  • ico_face_B
  • ico_ista_B
  • ico_yout_B