Audiência pública realizada na Assembleia debate situação dos policiais paranaenses

Com a presença de representantes das principais forças da segurança pública do Paraná, foi traçado nesta manhã, na  Assembleia Legislativa do Paraná, um amplo panorama da realidade das Polícias Civil e Militar, destacando a necessidade de mais investimentos em equipamentos e aumento do efetivo, além de melhorias das condições de trabalho e salariais.

 

Esse debate aconteceu durante a audiência pública “Que Polícia Você Quer para o Estado?”, proposta pelo deputado Delegado Recalcatti (PSD). Também estiveram presentes o deputado eleito Subtenente Everton (PSL), o ex-Delegado Geral da Polícia Civil, João Ricardo Kepes de Noronha, o chefe do Estado Maior da PM-PR, coronel Antônio Zanatta Neto, além de diretores de entidades classistas e da sociedade organizada.

 

“Nosso objetivo neste encontro foi traçar um panorama da polícia e das necessidades do cidadão, porque assim podemos abraçar a causa da segurança com maior efetividade, para mudarmos a realidade que hoje vivemos. Tenho certeza que as contribuições desta audiência vão ajudar em muito no trabalho legislativo para o próximo ano”, disse Recalcatti, lembrando que dez parlamentares pertencentes à Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal e Exército foram eleitos neste ano.

 Na mesa diretora, o deputado eleito Subtenente Everton, o Delegado Recalcatti, o Coronel Zanatta e o Delegado Noronha

(FOTOS: Sandro Nascimento/Alep) 

 

O deputado estadual recém-eleito Subtenente Everton destacou a necessidade de maior envolvimento da própria sociedade com as questões da segurança pública, pois pelo atual cenário, diante de algumas demandas reprimidas, essa participação da comunidade no auxílio da atividade policial seria fundamental.

 

“Os problemas são muitos e tenho percebido que cada vez mais o policial, que foi treinado para a segurança, teve que assumir outras funções. Mas ao mesmo tempo não houve uma preparação para essas novas atribuições. Por isso, é importante que o assunto da segurança pública envolva toda a sociedade”, afirmou o novo deputado.

 

Autonomia – O chefe do Estado Maior da Polícia Militar do Paraná, coronel Antônio Zanatta Neto, disse que a discussão sobre segurança pública por vezes não tem a participação mais efetiva dos agentes que conhecem a realidade das funções. “Precisamos que a sociedade também entenda as nossas limitações, porque nem sempre quem vive a segurança pública no dia a dia é chamado para debater o tema. E somos cobrados”.

 

Ele apontou que a autonomia financeira e administrativa das polícias é um ponto a ser alcançado, além da contratação de novos policiais e bombeiros, assim como a progressão nas carreiras dos militares. Segundo Zanatta, anualmente cerca de 900 policiais militares vão para a reserva. “Temos que recompor a baixa deste efetivo”, completou. O coronel apresentou, em síntese, os projetos previstos na Lei Orçamentária Anual do Estado para 2019, além dos planos da Corporação para o período de 2018 a 2023.

 

O ex-diretor geral da Polícia Civil do Paraná, delegado João Ricardo Kepes de Noronha, destacou por sua vez a importância da Assembleia Legislativa em abrir o debate e reconheceu igualmente que limitações da atuação policial por vezes impedem os avanços e melhorias na segurança pública.

 

“Precisamos de uma polícia preparada, com o profissional sendo respeitado e respeitando também a lei, deixando a cada um as suas atribuições, porque vemos diversas situações de desvio funcional. Da mesma forma, a polícia precisa de autonomia administrativa e financeira para exercer com tranquilidade a sua discricionariedade”.

 

Diversas entidades ligadas à segurança pública também participaram da audiência, que teve ainda a palavra aberta aos presentes. As manifestações foram de apoio aos policiais, principalmente pela urgência de melhorias nas condições de trabalho e mais investimentos em equipamentos.

 

FOTOS DE SANDRO NASCIMENTO/ALEP

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • ico_face_B
  • ico_ista_B
  • ico_yout_B

Gabinete na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná. 

Praça Nossa Senhora de Salete, s/nº. Edifício Pres. Tancredo Neves. Gabinete 001, Térreo. Curitiba, PR, CEP: 80530-911.

Telefone: (41) 3350-4335

E-mail: dep.delegadorecalcatti@gmail.com

  • ico_face
  • ico_ista
  • ico_yout