Recalcatti aponta aumento da criminalidade como desafio da sociedade paranaense

Ao se pronunciar em plenário no primeiro dia de trabalho após o recesso parlamentar, o deputado Delegado Recalcatti (PSD) saudou o novo secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, delegado Júlio Reis, que substituiu o delegado da Polícia Federal, Wagner Mesquita.

 

“Desejo ao doutor Mesquita todo o sucesso e, ao doutor Júlio Reis, que tenha o brilho de unir a Polícia Civil, a Polícia Militar, as Guardas Municipais, a segurança privada e a sociedade numa caminhada só, que é a caminhada pela segurança pública”, afirmou.

 

 FOTO: Pedro de Oliveira / Divulgação Alep

 

Recalcatti afirmou que, durante o recesso, acompanhou diariamente os desafios da sociedade na área de segurança pública, lembrando alguns episódios de grande repercussão na mídia e na sociedade. Ele destacou, entretanto, o violento caso de tentativa de assalto ontem a cinco carros-fortes na BR-376, na altura da Colônia Witmarsun, em Ponta Grossa.

 

O parlamentar lamentou a morte do vereador Elton Alexandre Aguiar Matta e de um caminhoneiro. Em sua opinião, o episódio demonstra bem o avanço da criminalidade e da ousadia dos bandidos no Paraná. “Este tem sido um dos nossos maiores desafios”, avaliou ele.

 

“Então, isso é o que vislumbramos nesta área de criminalidade, em que os marginais vêm atacando rotineiramente e diariamente bancos e caixas eletrônicos”, afirmou. Sobre este assunto, Recalcatti afirmou que é chegada a hora de os parlamentares também discutirem medidas legais para coibir a ação dos assaltantes.

 

Dentro outros fatos recentes, ele lembrou o assassinato de um jovem no município de Colombo, cujo corpo foi velado por familiares e parentes no meio da rua por causa da demora do atendimento pelo IML. O corpo ficou estendido no asfalto por quase 13 horas.

 

Outro assunto tratado por Recalcatti foi a superlotação das cadeias das Delegacias de Polícia de todo o Paraná, que têm quase todos os dias registrado fugas e rebeliões. “A situação é muito grave e vai tendendo a piorar se não forem tomadas providências para a reestruturação do sistema carcerário e penitenciário do Paraná”, disse. Ele também criticou o pagamento de gratificações e benefícios a algumas autoridades públicas, em contraponto à não reposição salarial dos servidores em geral nos últimos anos.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • ico_face_B
  • ico_ista_B
  • ico_yout_B

Gabinete na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná. 

Praça Nossa Senhora de Salete, s/nº. Edifício Pres. Tancredo Neves. Gabinete 001, Térreo. Curitiba, PR, CEP: 80530-911.

Telefone: (41) 3350-4335

E-mail: dep.delegadorecalcatti@gmail.com

  • ico_face
  • ico_ista
  • ico_yout